(67) 3331-1655
Seg. a Sex. - 12h às 18h. Atendimento ao público: 12h às 17h

Notícias

Faça sua busca de notícias

Ir para: Todas as Notícias
Publicado em: 16/03/2017

Casos de intoxicação em humanos ou animais podem ser notificados ao Centro Integrado de Vigilância Toxicológica

Divulgação Civitox

O CIVITOX - Centro Integrado de Vigilância Toxicológica - de Campo Grande solicita que os médicos veterinários notifiquem todos os casos de intoxicação em humanos ou animais. A notificação ajuda na prevenção e tratamento dos casos ocorridos.

Exemplo de alguns agentes tóxicos que precisam ser notificados: acidentes por animais peçonhentos e venenosos (serpentes, aranhas, escorpiões, lacraias, formigas, besouros vesicantes/potós, arraias, abelhas e marimbondos, caravelas, lagartas ou taturanas, piolhos-de-cobra, etc). Medicamentos, plantas tóxicas, bebidas alcoólicas e outras drogas de abuso, cosméticos, metais pesados, produtos químicos de uso industrial, produtos químicos de uso domiciliar, saneantes, desinfestantes (ex: inseticidas, raticidas), solventes, combustíveis, produtos para jardinagem amadora, agrotóxicos de uso agrícola, produtos de uso veterinário, etc. Intoxicações pelas vias respiratórias (ex: gases tóxicos), dentre outras vias de exposição aos agentes tóxicos (cutânea, ocular, parenteral, retal, ingesta, etc), em todos os tipos de circunstância e tempo decorrido de exposição.

O CIVITOX é o Centro Integrado de Vigilância Toxicológica, um setor da Secretaria de Estado de Saúde integrado à RENACIAT/GGTOX (RDC nº 19 de 03 de fevereiro de 2005/ANVISA) e à rede SINITOX/FIOCRUZ - um dos primeiros centros de informação em toxicologia criados no Brasil. Atua desde 1981, em Mato Grosso do Sul, e atende, pelo Disque Intoxicação, ao público, em geral, e aos profissionais, 24 horas por dia, com informações de forte embasamento técnico-científico.

Algumas funções do CIVITOX: auxiliar no diagnóstico, prognóstico, tratamento e prevenção dos casos de intoxicação, orientação, informação sobre a toxicidade e riscos das substâncias químicas, consultoria, capacitações em toxicologia/toxinologia, notificação e acompanhamento dos casos ocorridos em humanos e animais, fortalecimento de banco de dados epidemiológicos, auxilio a pesquisadores, etc.

Ligue e notifique as intoxicações/envenenamentos pelo (67) 3386-8655 ou DDG 0800 722 6001. 

Fonte: Civitox