(67) 3331-1655
Seg. a Sex. - 12h às 18h. Atendimento ao público: 12h às 17h

Notícias

Faça sua busca de notícias

Ir para: Todas as Notícias
Publicado em: 13/05/2018

Tecnologia que gera ganho de produtividade, bem-estar animal e desenvolvimento sustentável. Isso é trabalho do zootecnista!

13 de maio - Dia do Zootecnista

O Brasil conquistou a posição de maior produtor e exportador de carne bovina. As exportações de carne suína também estão sendo ampliadas e existem importantes mercados para a carne caprina e ovina. A produção de proteína animal é um dos pilares da economia brasileira.

O zootecnista contribui para o avanço do setor agropecuário na produção animal. Ele tem conhecimentos no campo científico e tecnológico. Ele trabalha na criação animal, nutrição, manejo, pesquisa, bem-estar, melhoramento genético e gestão da produção animal, contribuindo para o desenvolvimento produtivo e sustentável.

De onde estiver, o zootecnista monitora o rebanho em tempo real. Podendo tomar decisões com agilidade, agregando valor à produção e garantindo a qualidade de seus produtos com eficiência econômica. Ele é capaz de gerenciar, planejar e administrar empreendimentos do agronegócio, como fazendas, granjas, agroindústrias, envolvendo-se desde a produção até a comercialização, dinamizando e tornando eficaz o processo.

O zootecnista também está no zoológico, em laboratórios, indústrias de ração, exposições e feiras agropecuárias. Além disso, ele atua na responsabilidade técnica da criação de animais de companhia, seja para esporte ou lazer.

No dia 13 de maio, em que se comemora o Dia do Zootecnista, o Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul (CRMV/MS) parabeniza esses profissionais por desempenhar atividades importantes para o país.

Ao longo de 50 anos, a profissão se expandiu e hoje o Sistema CFMV/CRMVs conta com cerca de 8 mil zootecnistas atuantes e 15 mil inscritos. Em Mato Grosso do Sul, são 575 zootecnistas atuantes.

 

Zootecnia de Precisão

A modernização acelerada da pecuária - acompanhando a agricultura - conduziu a zootecnia de precisão. Trata-se de uma tecnologia desenvolvida especialmente para englobar todas as atividades rotineiras de uma fazenda. De uma forma mais direta, ela permite que o pecuarista efetue um planejamento minucioso a cada dia, erradicando perdas.

Quando aplicada nas fazendas de gado de corte, a zootecnia de precisão, mesmo no caso de grandes rebanhos, permite ao pecuarista tomar decisões precisas e de forma rápida sobre quaisquer coisas acerca do seu rebanho, já que o monitoramento dos animais é feito em tempo real. Esta tecnologia compõe um conceito denominado “fazenda inteligente” pelos especialistas. Na zootecnia de precisão, o rebanho é monitorado 24 horas por dia por meio de câmeras, microfones e sensores. Para se ter ideia, quando um animal começa a apresentar comportamento anormal ou sintomas de doenças, facilmente ele é identificado junto aos demais, isolado (se for o caso) e tratado.

 

Campanha do Dia do Zootecnista do CFMV

Com o objetivo de homenagear os zootecnistas brasileiros, o Sistema CFMV/CRMVs lança uma campanha que reconhece o valor desse profissional no país. Com o tema “Tecnologia que gera ganho de produtividade, bem-estar animal e desenvolvimento sustentável. Isso é trabalho do zootecnista”, a ação mostra que o profissional faz muito mais do que todos imaginam. Ele tem conhecimentos no campo científico e tecnológico. Ele trabalha na criação animal, nutrição, manejo, pesquisa, bem-estar, melhoramento genético e gestão da produção animal, contribuindo para o desenvolvimento produtivo e sustentável.  E, de onde ele estiver, poderá monitorar seu trabalho.

 

Histórico

O Dia do Zootecnista é comemorado em 13 de maio pois foi nesta data, em 1966, que ocorreu a aula inaugural do primeiro curso superior de Zootecnia do Brasil, na Pontifícia Universidade Católica (PUC), na cidade de Uruguaiana (RS). O curso de Zootecnia da PUC Uruguaiana não está mais em funcionamento.

Fonte: Ascom CRMV-MS com CFMV