(67) 3331-1655
Seg. a Sex. - 12h às 18h. Atendimento ao público: 12h às 17h

Notícias

Faça sua busca de notícias

Ir para: Todas as Notícias
Publicado em: 10/06/2018

CRMV/MS participa de audiência pública sobre Cursos de Ensino à Distância da área da Saúde

O CRMV/MS, representado pelo secretário-geral Leonardo Azambuja Jacarandá, participa do grupo de Conselhos de classe da área de saúde

O secretário-geral do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul (CRMV/MS), Leonardo Azambuja Jacarandá, participou, na tarde de sexta-feira (8), na Assembleia Legislativa de MS, de audiência pública para debater os cursos à distância na área da saúde. 

A audiência foi proposta pelo deputado Dr. Paulo Siufi (PMDB) e tratou sobre a gravidade da expansão destes cursos. Conforme dados apresentados pela coordenadora da Comissão de Educação dos Fóruns dos Conselhos Federais da Área da Saúde (FCFAS), Zilamar Costa Fernandes, durante palestra que antecedeu as discussões, a quantidade de vagas em cursos EaD na área de saúde teve incremento de 124% em um ano em todo o País. Por curso, o aumento chega a 3.628%.

Esse cenário, conforme notaram Zilamar e outros participantes da reunião, está associado a série de problemas, que se apresentam como causas ou como consequências dessa expansão: precarização do ensino, má formação de profissionais na saúde e decorrentes riscos à população, mercantilização da educação, demissão em massa de professores, entre outros danos.

Na sessão ordinária de terça-feira (12), Siufi irá apresentar, conforme adiantou, dois projetos de lei, que proíbem o funcionamento de cursos a distância na área de saúde – uma matéria trata sobre cursos de nível superior e a outra, a respeito de qualificações em nível médio.

Além disso, as assessorias jurídicas dos vários conselhos de profissionais da área vão analisar a possibilidade de ingresso de ação judicial solicitando, em caráter liminar, a suspensão imediata da oferta de cursos EaD em saúde no Mato Grosso do Sul.

Sistema CFMV/CRMVs

A oferta de cursos de Graduação de Medicina Veterinária e Zootecnista na modalidade de Ensino à Distância (EAD) foi um dos temas discutos na Câmara Nacional de Presidentes do Sistema CFMV/CRMVs, realizada nos últimos dias 5 e 6, no Rio de Janeiro.

A reunião originou uma Nota em Defesa da Qualidade do Ensino da Medicina Veterinária e da Zootecnia, que, dentre alguns pontos, ressalta que as mesmas são profissões de formação iminentemente técnicas e práticas, sendo exclusivamente sob a modalidade presencial. A nota será encaminhada ao ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva.

O Sistema CFMV/CRMVs, como órgão de orientação, fiscalização e regulamentação profissional, apoia e dá suporte à formação de excelência dos profissionais e, como instância de defesa dos interesses da sociedade nos assuntos relativos à Medicina Veterinária e Zootecnia, manifesta total desacordo com a homologação de cursos nesta modalidade, sob pena dos profissionais egressos não estarem devidamente preparados para a prática dessas profissões que lidam, de diversas formas, com a saúde pública.

Confira a nota na íntegra.

Fonte: Ascom/CRMV-MS com informações Assembleia Legislativa de MS