(67) 3331-1655
Seg. a Sex. - 12h às 18h. Atendimento ao público: 12h às 17h

Notícias

Faça sua busca de notícias

Ir para: Todas as Notícias
Publicado em: 12/09/2018

CRMV-MS participa da II Semana Municipal de Vigilância Sanitária de Campo Grande

.

A convite da Vigilância Sanitária de Campo Grande, o Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul (CRMV-MS) participa, de 11 a 14 de setembro, na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), da II Semana Municipal de Vigilância Sanitária, que este ano tem como tema: “Vigilância Sanitária: prevenindo doenças e promovendo saúde”.

O objetivo do evento é divulgar as ações de Vigilância Sanitária e sua importância para saúde, além de fomentar a educação sanitária no meio acadêmico e, implementar a intersetorialidade entre a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), instituições de ensino, profissionais de saúde e a população no controle social.

Como proposta de comemoração do Dia Nacional da Vigilância Sanitária (05 de agosto), que foi instituído pela Lei Nº 13.098, de 27 de janeiro de 2015, a Semana Municipal de Vigilância Sanitária foi idealizado pela Sesau, por meio da Coordenadoria de Vigilância Sanitária.

“Buscamos trazer parceiros relacionados com as maiores atividades que desenvolvemos na cidade, e a maior parte dos estabelecimentos que fiscalizamos é de alimentação. O médico veterinário é um dos profissionais que mais atuam nessa área”, explicou Mari de Fátima Lacerda Silveira Carvalho, chefe do serviço de apoio estratégico em vigilância sanitária ao completar que o corpo de profissionais da vigilância sanitária é composto, também, por médico veterinário.

Para a médica veterinária Natália Trindade Azevedo Marques, o profissional da medicina veterinária está nas três pontas da saúde única. “Estamos relacionados diretamente ao animal, alimento, saúde da pessoa e meio ambiente. O médico veterinário tem tudo a ver com a vigilância sanitária e muitas vezes somos esquecidos nessa área. Temos que estar constantemente lembrando que a sanidade animal é extremamente importante para a saúde humana”, pontuou a veterinária.

Mônica Tischer, agente fiscal sanitária e chefe do serviço de fiscalização de alimentos da vigilância Sanitária de Campo Grande destacou a importância de divulgar o trabalho do médico veterinário. “Somos vistos como vilões e como quem quer atrapalhar o comércio, colocar empecilhos. E esse não é nosso foco. Nosso objetivo é garantir a saúde pública e que as pessoas não adoeçam”, enfatizou a médica veterinária ao ressaltar o trabalho do Responsável Técnico para a Vigilância Sanitária. Nós não conseguimos estar em vários lugares, os veterinários são nossos olhos no estabelecimento, por isso é fundamental o trabalho do médico veterinário que atua como Responsável Técnico no estabelecimento”, garantiu.

O presidente do CRMV-MS, João Vieira de Almeida Neto, destacou a relevância de palestras sobre o tema não só para os acadêmicos da medicina veterinária, mas também para os profissionais que já atuam há algum tempo no mercado de trabalho. “É nosso dever ressaltar a importância e o papel do médico veterinário dentro da sociedade. Nem todo mundo sabe, mas o alimento de origem animal só chega até a mesa do consumidor porque o médico veterinário garantiu a qualidade do produto”, finalizou.  

Confira a galeria de fotos, clique aqui.

Fonte: Ascom CRMV-MS